Qual o melhor tipo de visto canadense?

Qual o melhor tipo de visto canadense?

Qual o melhor tipo de visto canadense?

Com tantos problemas econômicos e políticos rolando por aqui nos últimos tempos você já deve ter se perguntando o que é necessário para morar fora do país. No primeiro texto da série Brasileiros no Canadá, aí vou eu (incluir link interno para o texto: Por que morar no Canadá é uma boa escolha?), você viu alguns dos motivos que fazem o Canadá estar no topo da lista quando o assunto é morar no exterior.

O que preciso para morar no Canadá?

Primeiro primeiríssimo de tudo é saber quais são os objetivos e até que ponto você está disposto a lutar por eles. Não é também que seja impossível mas requer determinação e empenho. Entender os tipos de visto canadense que existem ajuda bastante na hora de decidir o que é melhor para você. Antes de consultar agências de viagem e intercâmbio, faça o dever de casa, leia e se informe, pode ter certeza que o Sr. Google também tem muito a dizer.

Como anda o seu inglês?

Encontrei inúmeros brasileiros viajando pelo Canadá, Estados Unidos e Austrália que se orgulhavam em não saber nada de inglês, mas que estavam lá para aprender. A maioria dizia que odiava estudar inglês no Brasil, que nunca teve paciência.

Morar fora dá um grande up no processo de aprendizagem, isso é fato. Mas em contrapartida viajar sem saber o básico é dar os 2 lados da cara a tapa. A chance de você aprender inglês gramaticalmente errado é muito grande.

Voltar para o Brasil falando “nois vai nois vem” em inglês pode acontecer. Aprender um segundo idioma leva TEMPO, por isso, coloque UMA coisa na cabeça: o quanto antes você começar melhor, seja no Brasil ou fora dele.

Por isso saber o que se quer é importantíssimo para ter sucesso em qualquer coisa da vida. Se você quer morar no Canadá, terá que ter um nível bom de inglês, sem novidades até aí.

Obviamente que fazer intercâmbio para o Canadá ou outros países potencializa isso, mas por que não começar agora? No Brasil mesmo, você só ganhará tempo!  Grandes mudanças não necessariamente começam com grandes passos.

Visto Canadense: Turismo X Estudante

Atualmente existem muitos tipos de visto canadense e diferentes modalidades de intercâmbio para o Canadá. Ter em mente qual é o seu objetivo é essencial na hora de tomar uma decisão mais acertada. Vamos começar direto nos 2 principais:

Visto de turista

O visto canadense mais comum é o de turismo, ele te permite ficar no país turistando por até 6 meses. Caso vá fazer intercâmbio no Canadá e o curso tiver duração inferior a 6 meses, esse também é o visto ideal para você.

Brasileiros que já estiveram pelo país nos últimos 10 anos não precisarão de visto canadense para fins de turismo a partir de maio de 2017, será necessário apenas uma autorização eletrônica de viagem.

Caso ainda assim precise do visto para visitar o país, não tem problema, é possível fazer a aplicação online, que beleza né?

Visto de estudante

Esse visto é para aqueles que querem estudar no Canadá, seja curso de inglês ou francês por mais de 6 meses e que não se enquadram no visto de turista. Lembrando que estudar idiomas não te dá o direito de trabalhar no Canadá.

Quer trabalhar durante o intercâmbio no Canadá? Terá que cursar uma faculdade ou pós-graduação e então terá o direito de trabalhar, por até 20 horas semanais e 40 horas durante as férias.

É legal lembrar que o trabalho vai te ajudar a aumentar o seu networking, confiança no idioma e experiência em outra cultura e não te ajudará tanto financeiramente, afinal é um curto período de tempo trabalhado e você vai precisar se dedicar bastante ao curso também.

O visto canadense de estudante é bem interessante e tem várias características a serem analisadas com carinho. Por exemplo, caso você não aguente relacionamento a distância e vá para o Canadá com o seu cônjuge, enquanto você estuda (full time) em uma universidade e trabalha até 20 horas semanais, seu cônjuge, não tem a necessidade de estudar e pode trabalhar período integral (40 horas por semana) durante o período do visto de estudante de seu parceiro.

Outra coisa legal é que depois do término do seu curso você pode aplicar para o visto canadense de trabalho, que te permite trabalhar full time na sua área pelo mesmo tempo de duração do seu curso, ou seja, se seu curso durou 2 anos, após terminá-lo você ainda pode trabalhar no Canadá por mais 2 anos. O que no futuro pode te render a residência permanente, é de se pensar, não é?

Antes de tomar qualquer decisão é legal conhecer todas as cartas que tem na manga para fazer a melhor aposta! No próximo post da série Brasileiros no Canadá, aí vou eu, vamos falar dos desafios do idioma (sem embromation) e de outros tipos de visto que podem ser a melhor opção para você.

Até mais!

morar no canada
Up Next:

Por que morar no Canadá é uma boa escolha?

Por que morar no Canadá é uma boa escolha?