Síndrome do Papel Branco

Síndrome do Papel Branco

Síndrome do Papel Branco

 

Depois de tanto tempo sem criar nada, – por mais que eu crie coisas o dia todo, sejam saídas criativas para as picuinhas que tenho que resolver diariamente no meu trabalho, ou só as loucuras da minha cabeça mesmo – mas principalmente por já ter passado tanto tempo sem criar nenhum conteúdo para o Youtube, e também por não querer voltar para a mesmice que eu fazia antes e responder as muitas perguntas em diferente canais, eu sempre me deparo com esse problema, a síndrome do papel branquinho.

Para me tirar desse loop que já dura algum tempo, hoje eu decidi escrever sobre a síndrome do papel branco, explicar como ela me afeta, e tentar ajudar você que talvez chega aqui hoje com o mesmo problema, tem um projeto ou um plano e não sabe como executar. Quer escrever no seu Blog, mas te fogem ideias, tem vontade de fazer um intercâmbio, mas não sabe muito bem por onde começar. Bom, sobre o ultimo você conta com uma variedade de assuntos na nossa parte sobre intercâmbio aqui no After the Plane. (shameless plug)

Síndrome essa que por mais que eu tenha tantas ideias ou pedaços de ideias na minha cabeça, fica quase impossível começar, impossível escrever a primeira linha, ou ate mesmo pensar em um tema para o próximo texto ou vídeo. E é engraçado como as vezes nos deixamos levar por isso, e continuamos puxando com a barriga nossos projetos, sempre esperando pelo amanhã para completar o que poderíamos fazer hoje e sempre pensando que algo não é bom o suficiente.

Assim como eu mencionei no meu primeiro texto desse ano, eu empurrei tanto meus planos desse Blog e para meu Youtube, que até algumas semanas eu acreditava que estava apenas a alguns meses sem postar nada no meu canal do Youtube, quando na verdade estava a quase 2 anos sem postar nada, e já tenho este domínio, o www.aftertheplane.com há mais de 2 anos. Mas a ansiedade e a síndrome do papel branco deixam tudo cair no esquecimento de forma fácil, e difícil de notar que o tempo esta passando, e muito rápido. De faço mais tarde passamos pra faço amanha, semana que vem, mês que vem eu foco nisso… e quando notamos muito tempo já se passou.

O que me ajuda a vencer a síndrome do papel branco?

 

Pequenas atitudes diárias estão me ajudando e muito. O primeiro passo que me ajudou e muito na minha caminhada para a cura da síndrome do papel em branco foi aceitar e assumir que isso é um problema. E não só um problema que existe, mas sim um problema que eu tenho e que eu enfrento pessoalmente. Não é o fim do mundo e se sentir sem criatividade acontece com todos. Temos fases muito criativas, mas poucas pessoas conseguem – sozinhas – manter um nível criativo alto e produtivo, principalmente nos dias de hoje onde nossa atenção é tão dividida entre tantas coisas, e a internet que apresenta infinitas possibilidades de entretenimento. Muitas vezes eu já deixei de investir no meu site/vídeos/Instagram por estar muito ocupado assistindo séries de TV ou qualquer outra coisa do gênero. E é aí que vem meu segundo passo.

Prioridades. Sim. Parece clichê mas se você ainda não determinou as suas, está perdendo um tempo valiosíssimo. Uma vez que você tem suas prioridades em dia, tudo fica mais fácil. Por mais que a nova temporada da sua série favorita tenha acabado de sair no Netflix, uma vez que você tem suas prioridades em dia você vai saber que não pode binge watch 6 episódios em um dia. E a diferença aqui é saber que um episódio faz bem, te ajuda a relaxar e de repente até te ajudam a estar mais disposto a completar seu projeto. Agora se você está deixando de lado seus planos para assistir TV, assim como eu já fiz, eu espero que este texto te ajude a pensar melhor sobre isso.

O Terceiro ponto é criar um cronograma e ter ele como sua bíblia. E com ele criar momentos nos quais você vai focar e trabalhar no seu projeto, isso te ajuda a criar um equilíbrio com os outros aspectos da sua vida e assim seu projeto vira só mais uma tarefa que você tem que fazer, no lugar de ser algo que te tira o sono por falta de tempo. Academia, namoro, amigos, vida social, tempo de lazer, a lista só aumenta. E uma vez que você já desenvolveu sua rotina e decidiu em um dia no qual você tira uma ou duas horas para trabalhar no seu projeto, você vai começar a ver como a engrenagem vai começar a rodar.

Ainda não sabe por onde começar? Comece pela pesquisa!

 

Seja qual for seu projeto, se você tem que criar um artigo para seu site ou planejar sua viagem para o outro lado do mundo, quebrar esse projeto em pequenas tarefas ajudam muito (mais sobre isso em um próximo texto). E o primeiro passo deve ser a pesquisa. Invista o mesmo tempo pesquisando que você investiria antes de comprar um carro ou uma casa. Leia textos sobre o assunto, assista vídeos no Youtube, procure por grupos no Facebook e por livros a respeito do assunto. Expandir seu conhecimento sobre o assunto vai te trazer mais bagagem e mais argumento para desenvolver seu conteúdo/projeto.

 

Crie metas semanais e mensais. Para vencer a síndrome do papel em branco você tem que ter metas no seu cronograma. A minha, que muda toda semana me ajuda e avançar meu site, e futuramente meu canal. Toda semana na segunda feira eu me dou uma meta, por exemplo a dessa semana foi que até sexta feita eu teria esse texto pesquisado e escrito. Semana que vem na segunda vou começa a trabalhar em um vídeo, e assim seguindo a diante. Lançar um site não é brincadeira, eu aprendo isso a cada dia mais. Ter pequenas metas te ajuda a atingir resultados e te mantém motivado.

 

Uma outra dica é ter sempre um bloquinho de notas com você, ou se você comosíndrome do regresso eu é mais tecnológico, baixe o Evernote e aí pode ter ele no seu computador no trabalho, em casa ou no seu celular. O importante e ter onde escrever e colocar todas as suas ideias em algum lugar, fora da sua cabeça. Só pelo fato de você escrever/digitar sua ideia, você já começa a trabalhar nela ali mesmo, e a ideia parece mais real. Quantas vezes eu mesmo já tive ideias incríveis, fui dormir ou fazer alguma outra coisa, e quando fui procurar a ideia… ela já estava perdida. Nevermore.

E por ultimo, mas não menos importante! Ter alguém para conversar sobre seu projeto, te manter alinhado e atingindo suas metas é fundamental. No meu caso eu tenho o Raul, um amigo que esta lançando o site www.torneirabitcoin.com.br, sempre tentamos trocar ideias e se manter a par do progresso que estamos fazendo e isso tem me ajudado bastante.

Tem mais alguma técnica que você usa que acha que te ajuda e que pode me ajudar? Mande aqui nos comentários.

A síndrome do papel em branco assusta, mas você também pode superar-la.

After the Plane
Up Next:

After the Plane de Volta no Fim de 2017

After the Plane de Volta no Fim de 2017