Quero fazer um intercâmbio! Por onde devo começar?

Quero fazer um intercâmbio! Por onde devo começar?

Todo mundo sabe o quanto é incrível fazer um intercâmbio. O que muita gente não sabe é por onde se deve começar a planejá-lo. E por isso tanta gente passa por essa etapa esquisita de querer muito essa oportunidade sem nem ter ideia de como ir atrás. Se esse é seu caso, tudo o que você precisa é de um pouco de informação, muita organização e alguma calma.
O mais importante nesse momento é saber que existem diversos tipos de intercâmbio, e pode ser muito útil já ter alguma ideia de qual seria o mais ideal para você antes de começar a dar os primeiros passos concretos em direção ao seu objetivo. Para isso, seja sincero ao se perguntar: Quanto tempo você tem disponível para ficar fora do país? Quando você pode viajar? Qual seu nível da língua estrangeira? Quanto você pode investir nesse projeto? Essas são perguntas fundamentais para que você comece a definir o melhor estilo de intercâmbio para você.

Com tudo isso em mente, só então comece a pensar no local. Não precisa ainda se prender a detalhes técnicos da viagem ou do curso, basta pensar se aquela cidade que você tem em mente realmente é a mais adequada às suas possibilidades. Descubra se o custo de vida está dentro de seu orçamento, se você teria oportunidade de viver com tranquilidade naquele local ou se teria que morar nas periferias e se deslocar com mais dificuldade, se a cultura o agradaria, se você conseguiria de fato aproveitar a viagem e o curso, etc. Observe também a burocracia para se mudar para aquela região. Enquanto há países que nem exigem retirada prévia de visto, há outros em que a burocracia para entrar é imensa.

Uma vez que você já tenha refletido sobre tudo isso, o próximo passo é entender que o intercâmbio deve ser analisado quanto ao curso e quanto à estadia. Os cursos costumam durar de duas semanas até um ano e ser divididos em módulos semanais. No início, é feito um teste de nivelamento para que os alunos sejam separados em turmas, que costumam ter pessoas de diversas partes do mundo. Os cursos podem ser independentes ou ligados a instituições como sua universidade ou seu próprio curso de inglês do Brasil. As estadias também variam muito. Vão desde casas de família até alojamentos em universidades, passando por pensões ou mesmo casa de parentes ou amigos se for seu caso.

Com tudo isso, as combinações são muitas. E a sua vai depender de suas próprias possibilidades e preferências. Com tudo isso já pensado, o próximo passo é ir atrás do que você escolheu, e também decidir se fará tudo isso por conta própria ou se buscará uma agência. Caso decida fazer por conta própria, você deve procurar as instituições ligadas ao curso escolhido ou agendar diretamente com a escola, se esse for o caso. E então cuidar dos detalhes da estadia. Caso você se sinta mais seguro com o apoio de uma agência, procure aquela que mais se adequar às suas escolhas e contrate um pacote já de acordo com aquilo que você definiu previamente.

Com alguma organização, o planejamento do intercâmbio pode ser bastante agradável e simples.

 

canal potatoes
Up Next:

Encantadora Irlanda

Encantadora Irlanda