HOW TO: Como levar dinheiro para os EUA

HOW TO: Como levar dinheiro para os EUA

Como levar dinheiro para os EUA

Acho que de longe essa foi a parte que mais me deu dor de cabeça quando eu viajei para os Estados Unidos.

Era minha primeira vez fora do Brasil e eu não tinha nenhuma referência, nem amigos próximos que já haviam viajado para outro país.

Então, para dar aquele help, no “HOW TO” de hoje vou falar sobre como levar dinheiro para os EUA.

 

Essa é uma parte importante da viagem para os Estados Unidos, então deve ser planejada com antecedência. Não deixe de levar em consideração os custos esquecidos de uma viagem e como isso afeta seu planejamento.

E também não deixe de conferir como o imposto de viagem internacional afeta você.

Desde o final de 2013, o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) pulou de 0,38% para 6,38% em quase todos os meios de como levar dinheiro para os EUA – isso aconteceu mais ou menos um mês antes de eu viajar para os Estados Unidos, sofri horrores com essa notícia.

De praxe, existem quatro métodos pelos quais você pode levar seu dinheiro para os EUA:

  • Dólar em espécie
  • Cartão de crédito internacional
  • Cartão de débito internacional
  • Cartão pré-pago internacional

Já adianto que não existe uma melhor opção em como levar dinheiro para os os Estados Unidos. Todas têm prós e contras, e escolher uma delas vai depender da sua necessidade.

 

Primeira forma de como levar dinheiro para os EUA: Dólar em espécie

A mais tentadora (por ser uma opção em que o IOF não subiu absurdamente) forma de como levar dinheiro para os EUA.

As vantagens de se levar dólar em espécie, além de ser mais barato, podem se resumir a:

  • Não precisar se preocupar com taxas ou com o câmbio no fechamento da fatura;
  • Melhor controle sobre seus gastos;
  • Não precisar lidar com bancos, senhas ou se a bandeira do cartão é ou não aceita;
  • É uma forma de pagamento aceita em todos os lugares

As desvantagens se equilibram com as vantagens, o que deixa essa opção de como levar dinheiro para os EUA numa espécie de limbo:

  • Risco de perder tudo em caso de um assalto/furto;
  • As taxas das casas de câmbio são altas, o que exige muita pesquisa antes de fazer a conversão;
  • O excesso de dinheiro trocado (moedas, por exemplo) também atrapalha um pouco.

Essa foi a minha opção na época, apesar de eu ter entrado num intercâmbio longo (um ano).

Levei algum dinheiro em espécie para me ajudar nos gastos iniciais, e ao longo do ano, o auxílio financeiro era repassado através de um cartão pré-pago que recebi do governo (famoso “Dilma’s card” ou cartão BB Américas).

Segunda forma de como levar dinheiro para os EUA: Cartão de crédito internacional

Habilitei meu cartão de crédito internacional para usar no exterior e levei como precaução (acabou se tornando necessário no fim da viagem).

Porém, no caso do uso do cartão de crédito internacional, você fica refém da variação do câmbio no fechamento da fatura – o que pode ser bom ou ruim.

As vantagens do uso do cartão de crédito internacional são:

  • Segurança – em caso de assalto/furto/perda do cartão, é só cancelar;
  • Possibilidade de realizar compras online (que é uma realidade recorrente nos EUA);
  • Praticidade – você só informa o seu banco que está indo viajar e precisa desbloquear o cartão para compras internacionais.

E desvantagens:

  • Além do IOF, você fica à mercê da taxa de câmbio do dia de fechamento da fatura (que pode ser muito maior do que o esperado);
  • A bandeira do cartão pode não ser aceita em alguns lugares;
  • Problemas em relação à liberação do banco e senhas podem ocorrer.

Terceira forma de como levar dinheiro para os EUA: Cartão de débito internacional

O cartão de débito internacional também foi algo que levei por precaução na minha viagem para os EUA, porém acabou sendo muito útil.

Possui basicamente as mesmas vantagens do cartão de crédito internacional, sem a desvantagem de contar com a sorte em relação ao câmbio no fechamento da fatura (pois o dinheiro sai direto da sua conta).

Além do mais, o saque com o cartão de débito internacional num ATM (caixas eletrônicos americanos) permite que você tenha dinheiro em espécie, caso precise.

As desvantagens são basicamente:

  • O IOF que é de 6,38%, mesma coisa do cartão de crédito internacional;
  • Problemas que podem surgir em relação à liberação do banco ou à bandeira do cartão.
  • Os ATM geralmente cobram taxas de saque, o que, dependendo do valor, pode não compensar.

Quarta forma de como levar dinheiro para os EUA: Cartão pré-pago internacional

Você está indo viajar para os Estados Unidos, então com certeza o termo Visa Travel Money é familiar.

O famoso VTM permite que você faça saques e compras como um cartão de débito internacional comum, porém é um cartão recarregável – você faz o depósito da quantia desejada no cartão e então o utiliza.

O VTM é da bandeira Visa, mas também existe o Cash Passport, por exemplo, que tem bandeira Martercard. Ambos possuem as mesmas funções.

Os cartões pré-pagos internacionais reúnem várias vantagens, como:

  • Praticidade – os depósitos e transferências de dinheiro para o cartão podem ser feitas online, de qualquer lugar;
  • Segurança – em caso de perda ou roubo, o cartão pode ser desativado;
  • Maior controle dos gastos – você só gasta o que deposita no cartão;
  • Quando o estabelecimento não aceita cartões, é só sacar algum dinheiro em um ATM;
  • A taxa de câmbio é fixa, sendo válida a do dia que você fez a recarga do

A desvantagem é praticamente só o fato do IOF ser de 6,38%, assim como o dos cartões de débito e crédito internacionais.

 

Bom, espero que o After The Plane tenha ajudado você a se decidir em como levar dinheiro para os EUA.

Quero lembrar também que é sempre bom ter um plano B, então tente combinar pelo menos duas das opções apresentadas aqui.

Qualquer pergunta, dúvida ou sugestão, deixe aqui nos comentários!

imigracao dos estados unidos
Up Next:

HOW TO: Chegando aos EUA - passando pela imigração dos Estados Unidos

HOW TO: Chegando aos EUA - passando pela imigração dos Estados Unidos