Agência ou Escola?

Agência ou Escola?

Quando se começa a planejar um intercâmbio, essa é uma das primeiras e principais dúvidas que acomete os estudantes, principalmente os marinheiros de primeira viagem.

O primeiro passo é ter em mente que todas as opções (e não só as relativas à agência, mas também todas as outras que surgirão durante o intercâmbio)
têm suas vantagens e seus pontos não tão agradáveis e a escolha mais certa será sempre aquela que melhor atenda suas necessidades e objetivos. E a melhor forma de saber quais são as opções que mais se adequam ao seu perfil, independente de qual assunto elas tratem, é pesquisando muito. Não economize em pesquisa e em rascunhos de esquemas que tornem sua visão geral mais organizada e permitam que você veja qual a escolha mais eficiente naquele momento.

Tendo isso em mente, pesquise e compare várias agências de intercâmbio e faça o mesmo com várias escolas. Analise nelas tudo o que puder, principalmente o que for mais importante para você, e só então compare os dois caminhos. Algumas vezes, as agências podem ter planos com as escolas que as tornem uma opção até mais barata, apesar da ideia que temos de que ter uma empresa intermediando tudo pode acabar encarecendo os planos. Para isso, o remédio também é pesquisar.
Pensando em um panorama geral, a agência pode ser uma grande ajuda em várias situações, principalmente se você for inexperiente ou não tiver um nível muito avançado no idioma do país de destino. Contar com uma empresa torna tudo mais organizado e esclarecido, você acaba se sentindo mais seguro, não precisa lidar com instituições em um idioma que não é o seu e que se localizam em outro país e, o que é uma das principais vantagens: caso algo dê errado, você tem a quem recorrer. Inclusive o Código de Defesa ao Consumidor estará ao seu lado caso o erro seja da própria agência. Se, por outro lado, você enfrenta problemas sem um intermediário, não só não terá a quem reclamar, como também não poderá contar com as leis brasileiras, já que o Código só abrange empresas do Brasil. Por tudo isso, escolher uma agência pode ser uma ótima opção para quem ainda tem certas inseguranças e não quer arriscar tanto.

É preciso levar em conta, no entanto, que negociar diretamente com a escola o deixa mais livre para fazer suas próprias escolhas, e também pode garantir que você tenha informações mais verdadeiras, diretamente da fonte e sem a parcela de interesse que toda empresa tem ao tentar vender algo aos seus consumidores. É preciso certo domínio no idioma e bom conhecimento para tomar decisões sozinho, mas a alternativa de fechar o curso direto com a escola é simples (geralmente, tudo é feito online) e, muitas vezes, mais barata.

A duvida agência ou escola esta sempre presente no processo de decisão do intercâmbio. O que resta é a certeza de que não há uma opção certa, apenas aquela que se acerta mais para você. Levando tudo isso em consideração, avalie suas condições e pesquise até achar a opção que o deixa mais confortável para começar bem sua jornada!

notebooks
Up Next:

Como Turbinar o Inglês Antes do Intercâmbio

Como Turbinar o Inglês Antes do Intercâmbio