6 razões que atrapalham o início do seu Intercâmbio

6 razões que atrapalham o início do seu Intercâmbio

Sonhar com o intercâmbio já é o primeiro passo para o erro. Intercâmbio não é e não deve ser encarado como sonho! “Intercâmbio sonho” é conversa de agência de viagem. Pra chegar aqui a gente rala e permanecer aqui pelo tempo que você julga ser ideal pede muito empenho e planejamento também.

Realizar seu Intercâmbio tem que ser um plano assim como quando você planejou ir para praia, ou quando planejou ir para o interior um fim de semana. Claro que esse plano entra em outra escala visto que os custos e dificuldades são maiores, mas para começarmos com o pé direito nesse assunto temos que jogar o sonho fora e planejar tudo com a cabeça no lugar. Após refletir bastante no assunto eu cheguei a esta lista de 6 razões que atrapalham o inicio do seu Intercâmbio e que também servem como 6 motivos que interferem no seu intercâmbio uma vez que você já começou ele. Chegar na Irlanda ou EUA ou Canadá (ou seja lá pra onde quer que você queira ir) é o primeiro passo e não seguir esta lista pode ser o começo do fim da sua viagem.

6 razões que atrapalham o inicio do seu Intercâmbio

O Medo do Novo

Conforto mata, e isso é fato. Conforto é um dos principais motivos que impedem as transformações em nossas vidas. Se está tudo bem e você esta confortável, porque mudar? O medo do desconhecido junto com sua zona de conforto impedem que você desbrave o novo. A rotina segura de cada dia e ter o conhecimento que podemos retornar de forma segura a qualquer momento que for preciso preciso ao “conforto”, seja esse conforto financeiro ou emocional por exemplo, proíbe que você busque objetivos mais ousados. Escolher esse conforto e não tomar os riscos de um intercâmbio por exemplo é um dos motivos que mais tarde vai nos deixar com um sentimento de arrependimento. Esta primeira razão é tão importante que é impossível ter sucesso no seu plano mesmo que todos os outros 5 itens dessa lista estejam completos.

Falta de Planejamento financeiro

Pensar nos valores investidos em um intercâmbio assusta. hoje o intercâmbio está muito mais acessível ou e bem mais popular. Com tantos países e opões os pacotes oferecidos saem mais em conta, porem a falta de planejamento financeiro contribuem para um susto ainda maior, e de longo prazo. Criar uma planilha de gastos e ter um controle sobre suas finanças é o primeiro passo para uma vida financeira mais saudável. Se você não tem ideia de pra onde esta indo o seu dinheiro fica mais difícil de controlar e cortar gastos. É impressionante uma vez que você põe tudo em um papel ou planilha como tudo fica mais fácil de entender e mais claro.

O Guia Bolso tem um artigo com 10 dicas para Planejamento Financeiro Ideal.
e a ABECS tem este pdf com 50 dicas para cuidar da sua saúde financeira.

Passaporte, passagem aérea, valor do curso, esses são os valores básicos e ainda temos os que descrevi neste texto aqui que são normalmente esquecidos em qualquer viagem internacional. http://aftertheplane.com/custos-esquecidos-de-uma-viagem/

Necessidade de Aprovação

Muita gente decide fazer intercâmbio e acaba contando essa decisão para parentes e amigos de forma errada. Muita gente vai sim dizer o quão perigoso e o qual louco(a) você é. Eu pessoalmente tive ligações de minhas tias para minha mãe e pai para dizer “pelo amor de Deus não deixem este menino fazer isso, ele é louco! Até órgãos o povo rouba no exterior.” O que foi ótimo, minha mãe já estava muito tranquila com a ideia e agora estava um pouco mais (sarcasmo, pra quem não capitou). Vários amigos também me disseram que não teriam coragem de fazer isso e que eu estava jogando dinheiro fora…
Moral da história é: Eu não estava pedindo aprovação de ninguém eu estava apenas informando sobre a minha decisão. Não solicite aprovação de ninguém, até porque nós não sabemos quão loucos parecemos em querer sair da nossa zona de conforto e quão dentro dela essas pessoas estão, mas sim, informe da sua decisão e se mantenha firme nela. Se você depender da aprovação das pessoas para fazer qualquer coisa… vai demorar um pouco mais que o planejado.

Falta de domínio da língua

“Eu quero estudar fora! quero fazer inglês na Irlanda mas meu inglês é mixuruca.” E desistem por ai.
E na verdade sou o primeiro a defender que a pessoa aprenda o máximo de inglês possível antes de vir para a Irlanda por exemplo. Isso vai garantir melhores possibilidades de emprego para você aqui e por isso tenho essa ideia. Agora você faz intercâmbio para aprender inglês, se seu inglês já é perfeito você tem uma razão a menos para fazer. É claro que a vivência por si só já é motivo suficiente mas basicamente o que quero dizer é não deixe que o nível do seu inglês te impeça de fazer seu intercâmbio. Se seu inglês não está bom o suficiente em sua opinião para tentar morar sozinho em outro pais então aprimore ele o quanto antes.

A Sprachcaffe tem aqui um teste para verificar se seu nível de inglês é Básico, Intermediário ou Avançado.
E a Universidade Cambridge tem aqui um teste para indicar qual teste Cambridge você deve fazer.

Planos no Brasil

Vai se graduar este ano, ano que vem? Vai casar? Vai ficar noivo? quer comprar um carro? vai mudar para o litoral?
É claro que você tem e terá planos no Brasil, mas criar novos planos ou a decisão de quais planos completar primeiro é uma das razões que mais atrapalham o início do seu intercâmbio. Neste caso analise o que é mais importante para você neste momento e planeje de maneira que um plano não seja o fim do outro.

Medo de perder o que deixamos pra trás

Eu gosto de chamar este de “medo do velho” não é medo do desconhecido, mas sim, medo de perder aquilo que ja conhecemos. Seja um emprego, um amor, um amigo… medo de voltar e não encontrarmos todo do jeito que deixamos. O tempo voa e o que acontece com o que deixamos para trás?
Aceitar que este medo é real é o um passo importantíssimo para ficarmos “de bem” com ele e com todos. Tem um texto especial aqui no After The Plane sobre o assunto.

Tem outros medos ou algo que você acha que ficou faltando na lista? Manda aqui nos comentários que a gente continua a conversa.

mulher com cha e iphone
Up Next:

Conquistando o Be-A-Bá Gringo

Conquistando o Be-A-Bá Gringo